05 novembro 2008


Tenho, admito, uma dificuldade estrutural em acreditar cegamente em alguém que me vende um mundo diferente. A palavra ilusão não me soa bem, não me faz acreditar. Esta noite, porém, a América elegeu Barack Obama presidente. E eu quero acreditar que este homem, que
transparece bom-senso, tranquilidade, convicção, vai ser o que se propõe. Uma coisa é certa: hoje ele mudou o mundo. Tenhamos fé que será na direcção certa.

2 comentários:

info-excluído@pessoa disse...

Porque é que de repente o 'mudou o mundo' passou a ser dito sem certa condescendência, sem aquela ironia pós-moderna?
Pensar em tal coisa, 'mudar o mundo' da noite para o dia, deixou aparentemente de fazer sentido depois dos anos 70,por aí.

E, no entanto, nunca como com Obama senti que se pode dizer a frase de novo com alguma esperança, com algum realismo também, ainda que a mudança seja apenas um pouco mais de normalidade.

Eduardo Lapa disse...

Mudou sim senhor. Porque já tinha começado a mudar, e porque é necessário mudar mais alguma coisa, para impedir mudanças maiores.
eduardo lapa