14 outubro 2007

Menezismo é...

estar condicionado por um partido grande demais. Para liderar, Menezes trocou um grupo homogéneo por uma federação de experiências; aceitou um ex-líder como chefe da bancada; encheu o partido de promessas de referendos internos para tudo quanto é escolha. Temo que Menezes não seja bem um líder, mais um maestro à espera que a banda toque.

1 comentário:

Benidorm disse...

É verdade. Pena é as opções do PSD serem poucas ou nenhumas.
Começo agora a perceber pq o PNR está a fazer tanto sucesso.