08 fevereiro 2005

Do you trust him?

1.O Público noticia o desejo de Cavaco Silva por uma maioria absoluta do PS. Sem fontes.
2. José Sócrates aproveita uma notícia sem fontes - o que o próprio Sócrates criticou no mesmo jornal quando noticiou uma aproximação do PS ao BE. Aproveita-a para rentabilizar em nome dessa maioria. Fez mal.
3. Cavaco Silva manda desmentir a notícia para as rádios e Lusa.
3. Santana Lopes chama os jornalistas, mostra a piscina da Residência Oficial e os seus filhos. Agradece o desmentido de Cavaco.

Ou seja,

1. Santana ganha mais um dia de campanha. O estilo é o que sabemos, mas como o ontem não existiu, uma vitória é sempre uma vitória.
2. O País fica a saber que Sócrates tem mais sorte que juizo.
3. O país fica a saber que Cavaco mandou desmentir uma notícia que muitos acreditam ser verdadeira. Porquê? Alguém imagina o prof. Cavaco a chamar jornalistas à piscina de S. Bento, onde está com os filhos, num dia de campanha eleitoral?

Desenganem-se os optimistas: para a elite do país, o que está em causa a 20 de Fevereiro são dois homens. Só e apenas. Os estilos, as personalidades, o sentido de estado e de responsabilidade contam.

Essas elites vão passar os próximos dias a lembrar a pergunta da Newsweek sobre as últimas legislativas alemãs? "Would you buy a second hand car from this man?".
A pergunta, a que conta, é saber se o eleitor pensa o mesmo.


2 comentários:

Anónimo disse...

Esqueceste-te de mencionar que o Alberto João diz que o "sr. Silva" deve ser expulso do partido. Não há melhor forma para lembrar que hoje é dia de Carnaval. MMO

clark59 disse...

Salvo erro ou omissão, a pergunta sobre o carro em segunda mão foi posta pela primeira vez durante o embate Kennedy/Nixon, em 1960